O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Visita do Presidente e Primeiro-Ministro portugueses adiada para final do ano

A visita do Presidente e Primeiro-Ministro portugueses a Angola foi adiada para depois de Outubro. A visita estava agendada para estes meses, mas devido a agendas bastante carregadas, viram-se obrigados a adiar a visita. 

Quem veio esclarecer o assunto foi o Presidente da República português, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, dizendo que até Setembro/ Outubro, tanto a sua agenda como a agenda do primeiro-ministro António Costa se encontram muito ocupadas, e por essa mesma razão a visita ao nosso país só deverá acontecer depois dessa data.

Presidente da República português está a acompanhar a situação de Angola e Portugal

Embora o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa tenha adiado a visita a Angola, ele está a acompanhar toda a situação entre os dois países, estando na posse de todos os dossiês que poderão afectar a relação entre eles.

O Presidente também está a acompanhar o caso do cancelamento da transmissão da SIC, feito pela operadora de Isabel dos Santos, e entre hoje e amanhã já deverá estar na posse de todas as informações sobre o caso.

Quanto à viagem até Angola, o Presidente da República Portuguesa afirmou que antes de Outubro será quase impossível encontrar algum tempo para fazê-la, até porque as agendas do primeiro semestre do ano estão completamente carregadas.

O chefe de estado ainda afirmou que todas as marcações deste tipo de viagens acontecem num ambiente reservado.

Jornal português afirma que viagem do Primeiro-Ministro português está em risco

Já o ano passado, a 24 de Abril de 2016, o jornal Diário de Notícia afirmava que Marcelo não tinha como prioridade uma visita ao nosso país, mesmo que António Costa, primeiro-ministro, decidisse ir. Nessa altura, a prioridade do Presidente era Moçambique.

A 24 de Abril de 2016, o Diário de Notícias avançou que mesmo que Costa decidisse ir a Angola naquele ano, Marcelo não iria já que a sua prioridade para arrancar o mandato (que tinha começado a 9 de Março) era Moçambique. Na altura, o adiamento da viagem era enquadrado com o clima de tensão entre os dois países.

Também o mês passado a imprensa portuguesa veio falar do assunto, desta vez em relação à visita de António Costa, dizendo que a mesma se encontrava em risco.

A relação entre os dois países ainda se encontra melindrada. A operadora de televisão de Isabel dos Santos, Zap, desde terça-feira que interrompeu a difusão de todos os canais da SIC internacional e SIC Notícias, quer em Angola, quer em Moçambique.

A SIC diz que está alheia a esta decisão de Isabel dos Santos. No entanto, e de acordo com a agência AFP, esta decisão deverá ter sido tomada por causa dos dois canais portugueses terem divulgado algumas reportagens que eram críticas ao regime de Luanda.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!