O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Substituto do BESA tem primeiro ano de ganhos

O banco económico anunciou que o substituto do BESA tem primeiro ano de ganhos, em cerca de 10 mil milhões de kwanzas, durante o ano de 2015, tendo sido o primeiro ano de actividade depois da intervenção do banco nacional de angola, em 2014, que diluiu as participações dos accionistas do Banco Espírito Santo Angola, o qual deu origem à nova instituição financeira. 

Pedro Cruchinho, administrador executivo do Banco Económico, afirmou que os resultados apresentados depois dos prazos legais mantiveram uma supervisão próxima da instituição, mesmo depois das medidas de saneamento que foram decididas em 2014.

Tendo em conta que foi o primeiro ano de actividade, os resultados de 2015 mostram-se bastante positivos, principalmente porque ele reflecte o aumento de toda a métrica do banco, incluindo variáveis como o volume de depósitos, número de clientes, e operações de crédito.

Estes resultados indicam que os clientes estão a voltar ao banco, o que poderá ser sinónimo de credibilidade e transparência da nova instituição.

O substituto do BESA veio para ficar!

O presidente da comissão executiva apontou que o ano passado tinham uma carteira de clientes que cresceu de 15 mil para 100 mil clientes, ou seja, verificou-se um aumento de 18%, o qual está associado a vários factores, como introdução de produtos direccionados à protecção dos clientes da desvalorização da moeda, ou a uma nova imagem adoptada pelo Banco.

Verificou-se ainda um aumento de 36% do volume de depósitos, sendo que esse valor está acima da média do mercado, e entre esses valores aponta-se que as empresas cresceram 42% e os particulares 22%.

Também o crédito às empresas cresceu na ordem dos 34% e nos 27% no segmento de particulares, tendo estes resultados derivado dos novos critérios que foram adoptados pelo Banco Económico, privilegiando os empréstimos ao sector produtivo.

No que toca ao rácio de transformação, ficou-se pelos 20%, e rácio de solvabilidade atingiu os 17,81% em 2015.

O rácio de solvabilidade demonstrou estar acima do limite mínimo de 10% exigido pelo BNA. Uma boa notícia para o sector financeiro do país. Estes resultados apresentados pelo Banco Económico estão acima do valor mínimo exigido pelo limite regulamentar, o que representa o nível de robustez deste indicador.

Assim, os resultados reflectem um abrandamento da economia 2015, com a queda do valor das exportações, assim como da disponibilidade de divisas, no entanto, o aumento da actividade doméstica acabou por compensar as perdas.

Houve uma queda de 12% das comissões, no entanto, os resultados cambiais de 15.000 milhões de dólares acabaram por beneficiar da valorização da moeda norte-americana diante do euro e do Kwanza.

Banco Económico ainda reduziu os custos operacionais em cerca de 9%, valor esse atribuído ao corte dos custos com serviços auxiliares, o qual deixou de parte o quadro de pessoal em mil trabalhadores.

Ficou ainda demonstrado que o banco conseguiu todos os resultados devido a uma estratégia de crescimento, o qual estava fortemente assente na obtenção da sustentabilidade do capital, assim como da liquidez a médio prazo.

É de notar que também não estão previstos quaisquer aportes de capital adicionais por parte dos accionistas.

O segundo passo da estratégia está direccionado à elevação da base de clientes e dos depósitos, tendo por base uma gestão criteriosa da carteira de crédito.

De realçar que o Banco Económico é detido em 20,98% pela Lektron Capital, em 19,90% pela GENI Novas Tecnologias, 6% pela Sonangol EP, e 16% pela Sonangol Vida, 9.72% pelo Novo Banco, e  7,40% pela Sonangol Holding.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!