O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Standard Bank Angola apoia investimentos

O Standard Bank Angola (SBA) agora apoia a economia de Angola, como afirmou o seu presidente. O banco age captando créditos que, em seguida, são convertidos em créditos disponibilizados para investimentos em transporte e energia, dependendo das necessidades e oportunidades de cada segmento. O maior apoio dado pelo banco vai diretamente para o setor de infra-estruturas. Dessa forma, o Estado será apoiado nas questões dos financiamentos para áreas relevantes do país, desenvolvendo e diversificando a economia angolana.

O banco também apoia empresas que tenham necessidade de desenvolver o seu negócio. A instituição dispõe de diversos meios para mobilizar o capital  necessário e apoiar projetos pequenos, grandes e de média dimensão. No caso dos projetos grandes, o SBA não utiliza seus próprios recursos, mas tenta procurar investidores internos e internacionais. Já para os de pequeno porte, o banco usa recursos obtidos através dos depósitos captados. Para a liberação de crédito de consumo, o limite está ligado à capacidade de pagamento do cliente.

As taxas de juros variam, dependendo do tipo de segmento do empréstimo, obtidas com ou sem garantia. O mercado angolano possui uma infraestrutura que ainda não é ideal e comparável a outros países, uma economia dependente da variação de preço do petróleo e um capital humano que ainda em fase de desenvolvimento. Esses três fatores tornam o mercado volátil, em relação a outros que tem uma economia diversificada.

Entretanto, o número reduzido da população angolana em relação a países como a Nigéria torna mais fácil fazer um ajuste na economia, permitindo o aumento do nível de rendimento da população. A concorrência entre banco pode ser bastante positiva para os clientes, mas se houver muita concorrência, há o risco de isso ser prejudicial para a rentabilização das instituições, podendo resultar em uma capitalização das mesmas. O mais importante é que haja uma divisão maior da quota de mercado, criando um oligopólio dentro dos bancos. Dessa forma, outros bancos irão se instalar em angola e ficarão com partes importantes do mercado.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!