O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Programa Angola Investe aprova mais de 250 projectos

Luanda | 06 de Junho de 2014


Os bancos comerciais aprovavaram até agora sob o programa Angola investe, 252 projectos para financiar micro, pequenas e médias empresas, anunciou na quinta-feira, o ministro das Finanças Abraão Gourgel.

De acordo com o responsável, que falava na gala “PME Excelência”, promovido pelo Banco Millennium Angola, o financiamento aprovado corresponde a um total 50 biliões de kwanzas, tendo sido disponibilizado 23 biliões de kwanzas.

Segundo o ministro, as pequenas empresas foram responsáveis ​​por 35% do número de financiamento aprovado, e em 15% em termos de valor, enquanto as médias empresas somaram 50% dos pedidos aprovados, o que correspondeu a 85% dos valores passados.

Por outro lado, o ministro disse que, a remoção de barreiras para obter crédito para o sector informal, existe o Fundo de Garantia de Crédito (FGC), que tem à sua disposição 15 bilhões Kwanzas. Até o momento, 169 garantias de crédito foram emitidos para 13 lugares, num total de 21 460 milhões de kwanzas milhões de kwanzas, representando cerca de 83% do fundo disponível.

O Governante esclareceu igualmente que que as garantias concedidas pelo FGC substituem as garantias que as MPME teriam que fornecer aos bancos, desta forma superando o grande constrangimento para o acesso ao crédito.

 

“Já a bonificação dos juros permite reduzir ainda mais os encargos financeiros das MPME, cuja maior parte é assumida pelo Governo, sendo de 5% ao ano a taxa máxima de juros a ser assumida pelo empreendedor” – disse.


Abraão Gourgel afirmou que a iniciativa de bonificação de juros já é o maior programa de apoio ao crédito lançado pelo Executivo. O valor total de crédito aprovado (48,9 mil milhões de kwanzas) é superior aos valores financiados, quer no crédito agrícola de campanha, quer no Programa de Apoio ao Pequeno Negócio (PROAPEN).

O Angola Investe é um programa do Executivo angolano aprovado em 2011 que tem por finalidade apoiar as iniciativas de negócio das micro, pequenas e médias empresas.

 Fonte: Angop




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!