O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Dívida aumenta mais de 20% na primeira semana de Junho

A dívida pública que todas as semanas é colocada por Angola atingiu os 61.3 mil milhões de kwanzas no início do mês de Junho, o equivalente a 328 milhões de euros. Este valor equivale a mais 21.6% quando comparado à semana anterior. Isto elevou o total da dívida deste ano a 4100 milhões de euros.

Dívida pública atinge os 4100 milhões de euros este ano

De acordo com os dados publicados no relatório semanal referente à evolução dos mercados cambial e monetário do Banco Nacional de Angola, este colocou só no mercado primário um valor de 44.5 mil milhões de kwanzas em bilhetes de tesouro, o equivalente a 238.2 milhões de euros, entre os dias 5 e 9 de Junho, mais 5.6 mil milhões de kwanzas em obrigações do tesouro, as quais estão indexadas à taxa de câmbio, valor equivalente a 29.9 milhões de euros.

Em representação do Estado, o BNA emitiu BT a taxas de juros médias que oscilaram entre os 16.13% (91 dias) e os 23.90% /364 dias). estas taxas mantiveram-se praticamente intocadas desde Março.

Já as OT emitidas pelo BNA vão pagar uma taxa de juro nominais que varia entre os 7% e os 7.75% ao ano (3 e 4 anos, respectivamente).

Em 2017, esta já foi a décima sétima emissão semanal de dívida pública por parte do Banco Nacional de Angola. No que toca ao segmento de venda directa de Títulos de Tesouro ao público, foram colocados em dívida pública um valor de 11.2 mil milhões de kwanzas, o equivalente a 59.9 milhões de euros.

A emissão da dívida pública só arrancou na segunda quinzena de Fevereiro de 2017, mas já se colocou 778 mil milhões de kwanzas em Obrigações e Bilhetes do Tesouro, o equivalente a 4165 milhões de euros.

Desde o fim do ano de 2014 que o nosso país tem enfrentado uma séria crise financeira e económica, e como tal, o Orçamento Geral do Estado para este ano ainda não se mostra totalmente recuperado, onde mostra que as receitas fiscais apenas darão para cobrir 49.6% das necessidades do país, valor ao qual serão acrescidas as receitas patrimoniais (6.7%).

Espera-se que as receitas que foram provenientes do endividamento público atinjam um peso de 43.6% do OGE, valor que atinge os 3.224 biliões de kwanzas, o equivalente a mais de 17 mil milhões de euros.

O OGE ainda prevê, além da contracção de uma nova despesa pública no mercado externo e interno, 2.338 biliões de kwanzas para o serviço da dívida, referente ao ano de 2017, valor que ascende os 12 mil milhões de euros.

O défice orçamental de 5.8% do PIB está inscrito nas contas do Governo, valor esse que equivale a 1.139 biliões de kwanzas, o equivalente a 6.1 mil milhões de euros.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!