O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

BNA reservas livres registam maior crescimento em detrimento das obrigatórias

 

Reservas livres registam maior crescimento em detrimento das obrigatórias

 

fonte:OPAIS

­

O volume de depósitos obrigatórios dos bancos comerciais cresceu 50,9 % enquanto que as reservas livres atingiram os 87,7% desde finais de 2014 a Março de 2016.

Apesar do aumento do coeficiente das reservas obrigatórias, as reservas livres cresceram mais em termos absolutos. O volume de depósitos obrigatórios dos bancos comerciais junto do BNA (reservas obrigatórias) cresceu cerca de 50,9% para 999,06 mil milhões AKZ desde final de 2014 para Março de 2016, inferior ao aumento de cerca de 87,7% para 183,69 mil milhões AKZ dasreservaslivres. A evolução do volume de reservas livres numa proporção superior às reservas obrigatórias poderá reflectir as expectativas das instituições face ao cenário de incerteza gerado pela evolução negativa dos mercados internacionais. A Base monetária ampla cresceu 12,81% desde Dezembro de 2015 até Março do ano corrente, apesar da evolução moderada da Base Monetária restrita. A Base monetária ampla apresentou um crescimento acumulado de 12,81% no corrente ano, apesar da contracção das reservas bancárias em 1,90% e do aumento de 6,38% das notas e moedas em circulação que perfazem um aumento de apenas 3,74% da base monetária restrita no trimestre. Uma das componentes que mais impulsionou foram os outros passivos face às outras instituições financeiras com 349% de aumento para 197,67 mil milhões AKZ.

Espaço Internacional

Nos EUA, as encomendas de fábrica cresceram 1,1% em Março, o que pode sinalizar a recuperação do sector industrial. As encomendas de fábrica aumentaram 1,1% em Março que compara aos 0,6% antecipados pelo mercado. O aumento contraria 8 meses de declínio e sinaliza uma possível uma recuperação do sector industrial. O sector industrial contribui em cerca de 12% do PIB e tem sido penalizado pelo fortalecimento do dólar e pela redução da procura mundial que tem impactado negativamente sobre as exportações e com consequente efeito na contracção da produção.

O défice da balança comercial reduziu influenciado pela redução das importações para mínimos dos últimos 5 anos. O défice da balança comercial caiu mais do que o esperado em Março suportado pela redução das importações de bens para mínimo desde 2010. O saldo da balança comercial atingiu os -40,4 mil milhões USD em Março, uma melhoria em comparação aos -47 mil milhões USD verificados no mês anterior. As exportações também reduziram, apesar de que numa proporção inferior às importações, tendo apresentado um redução de 0,9% face ao mês transacto, influenciadas pelo dólar mais forte e pela contracção da procura por bens nos mercados internacionais.

Na Índia, o PIB cresceu em 4,92% no primeiro trimestre, inferior às expectativas do mercado. O PIB do terceiro maior consumidor de petróleo do mundo expandiu-se em 4,92% no primeiro trimestre, abaixo dos 5,04% verificados no trimestre anterior e do que os 5,07% antecipados pelos mercados. O método de cálculo do PIB tem levantado dúvidas sobre o crescimento da economia do país que no ano passado cresceu 7,3% superando a China pela primeira vez em quase 20 anos, em função de, entre outros factores, do peso do sector informal.

Destaques da Agenda Económica

Na agenda económica de Quinta- feira, os analistas do Atlântico destacaram a divulgação no Reino Unido do índice de preços no sector imobiliário, sendo esperada uma redução de cerca de 0,3% em Abril. Ainda no Reino Unido foram divulgados os indicadores PMI, elaborados pela Markit, que avaliam a pulsação dos sectores da economia, sendo esperado que o PMI serviços e Composto se situem acima dos 53 pontos, sinalizando expansão nos sectores.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!