O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

BNA definiu regras para o sistema de pagamentos do Subsistema de Pagamentos Móveis de Angola (SPMA)

O sistema de pagamentos do Subsistema de Pagamentos Móveis de Angola (SPMA) foi incluído recentemente no país, e o BNA já definiu as regras para a sua utilização. O objectivo é permitir às pessoas uma facilidade nos pagamentos através de dispositivos móveis.

Regras impostas pelo BNA para sistema de pagamentos do Subsistema de Pagamentos Móveis de Angola

Actualmente, no país, ainda existe uma grande parte da população sem qualquer acesso ao sistema bancário. Uma parte sequer possui uma conta bancária, e por isso torna-se difícil uma inclusão financeira.

Ao contrário do que se passa nos países desenvolvidos, com economias mais desenvolvidas do que a nossa, aqui transferir dinheiro é uma acção que não é comum, por exemplo. E o mesmo vale para outras operações bancárias.

Em África, devido a essas complicações nos serviços bancários, tem crescido muito o mobile banking, e tem mesmo sido apontado como uma revolução financeira, especialmente em países como o Quénia e a África do Sul.

Um estudo recente mostrou que os sul-africanos estão à frente de vários países desenvolvidos no uso da aplicação móvel. Cerca de 30% das pessoas elegeram o acesso via aplicação móvel como o preferido. Bem à frente de países como Reino Unido, Itália, França (10%), Austrália, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos (24%), Alemanha (8%), e Índia (26%).

Seguindo a tendência da África do Sul, Angola poderá ser o mais novo país a usufruir das vantagens da tecnologia móvel para os serviços bancários. Foi incluído recentemente no sistema de pagamentos o Subsistema de Pagamentos Móveis de Angola (SMPA), e estima-se que a adesão siga os mesmos passos que outros países africanos.

Este serviço permite que nós possamos processar transferências de fundos com o uso dos dispositivos móveis, entre outras acções.

As alterações efectuadas encontram-se ao abrigo da Estratégia de Implementação do Sistema de Pagamentos Móveis de Angola, as quais foram introduzidas nos Avisos 8/17 e 9/17 (12 de Setembro). Estes avisos complementam o Decreto Presidencial nº77/17 (20 de Abril) para impulsionar a inclusão financeira.

De hoje em diante, todas as transacções efectuadas pelo SPMA são liquidadas em tempo real. Poderão operacionalizar-se instruções de débito e crédito associando uma conta de pagamento.

A função de operador do SPMA encontra-se submetido ao licenciamento do Banco Nacional de Angola.

Fonte: Ango Notícias




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!