O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

BNA cria provedoria do cliente bancário

BNA cria provedoria do cliente bancário na província de Huambo, tendo em vista a salvaguarda dos direitos de todas as pessoas que possuam uma conta aprovisionada em qualquer que seja o banco comercial a operar na região.

Esta notícia foi avançada pelo próprio governador do BNA, o qual esteve durante 2 dias numa visita de trabalho à província de Huambo.

Foi Valter Filipe da Silva que presidiu a um fórum no Planalto Central, direccionado à prevenção e combate contra o financiamento ao terrorismo e branqueamento de capitais.

No que concerne à criação da provedoria do cliente bancário, a sua efectivação resulta do número excessivo de queixas no que toca à gestão dos bancos comerciais, assim como à qualidade pobre dos serviços oferecidos aos cidadãos nessa província.

Assegurou ainda que essa situação será brevemente ultrapassada, com apoio na supervisão comportamental dos bancos em questão, a qual será realizada de forma regular pela delegação regional do Banco Nacional de Angola.

Funções da Provedoria Bancária

A principal função da Provedoria Bancária passa pela defesa dos interesses de todos os cidadãos que lidam comercialmente com a banca comercial, e por isso mesmo vão ser criados vários mecanismos a nível da Delegação Regional do BNA, sediados no Huambo, de forma a que o cliente possa apresentar uma queixa, quer seja através do telefone, Internet, ou presencialmente, sendo que essa é respondida prontamente pelo Banco Nacional de Angola, o qual chamará à atenção o Banco em questão, com o objectivo de preservar os direitos dos clientes.

O objectivo primeiro desta medida passa por melhorar todos os serviços bancários oferecidos aos residentes de Huambo, além de defender os direitos dos clientes com dignidade, e também ajudar os bancos a poderem prestar um serviço melhor aos seus cidadãos.

O governados do Banco Nacional de Angola assegurou ainda, no que concerne à problemática da escassez de divisas, que está a ser feito um trabalho árduo próximo das instituições financeiras mundiais, de forma a ultrapassar este mau momento o mais rápido possível.

É feita também uma colaboração com o ministério da Economia e com o Ministério do Comércio, onde se conclui um programa que disponibiliza divisas aos sectores que são considerados prioritários, onde estão incluídos os operadores que realizam processos de importação da província de Huambo, de forma a que estes possam importar bens alimentares, medicamentos, matéria-prima para a indústria, e insumos agrícolas.

 




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!