O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

BCA capacita quadros

bcax

fonte: JA

O Banco Comercial Angolano (BCA)  está a formar, os seus quadros seniores da instituição, entre eles directores, gerentes e chefes de departamentos,  aliando-se ao esforço que o governo do banco central desenvolve, para a melhoria do ambiente do controlo interno das instituições financeiras.

A formação visa capacitar os quadros sobre matérias ligadas à boas práticas, como governação corporativa e controlo interno, “compliance”, branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo, fundos próprios regulamentados e normas contabilísticas de repórter internacional ( IFRS).
O  director coordenador para os recursos humanos do gabinete jurídico do BCA, Hernane Canbinda, informou que a direcção do banco sente que o esforço que se faz na adequação do sistema informático não está a ser acompanhado adequadamente pelos quadros, daí, acrescentou, esse refrescamento anual.
Também, por causa das dificuldades que o sistema financeiro nacional enfrenta, quanto ao acesso ao mercado financeiro externo, o Banco Comercial Angolano pretende actuar no controlo das transacções, cumprindo assim, com o devido rigor, as regras e transmitir a necessidade  e benefícios da norma da lei de branqueamento de capitais que vigora em Angola.
Actualmente,  no país existem 30 balcões do BCA, apoiados por 259 funcionários, com previsões de expansão, ainda este ano, para os municípios da Catumbela, na província de Benguela, do Dondo (Cuanza Norte) e  Dande (Bengo).
A coordenadora  para a área de risco e crédito do BCA, Tatiana Muhongo, disse que essa formação permite que os quadros fiquem mais atentos em detectar, com rapidez, os riscos do crédito, tanto no início ou no decorrer da operação.
Tatiana Muhongo realçou que o Banco Comercial Angolano lida diariamente com os ricos de crédito e operacional e, no contexto actual, tornou-se muito acentuado,  por causa do aumento da inflação e da redução de recursos dos clientes, que muitas vezes se tornam incumpridores do compromisso mantido com o banco.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!