Search
24 de September de 2017
  • :
  • :

O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Bancos procuram vencer a crise económica

carD_mota_engil_angola_270115

fonte: JA

O sistema bancário angolano tem um desempenho regular e procura vencer diferentes obstáculos, apesar das dificuldades causadas pela crise económica mundial, disse em Luanda o professor da Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto Manuel Piedade.

Numa palestra sobre o tema “Análise da Conjuntura do Sector Bancário Angolano e Crise Económica Mundial”, Manuel Piedade afirmou que um dos maiores indicadores da normalidade do sistema bancário é que um número significativo dos angolanos recorre aos balcões dos bancos e à rede Multicaixa para auferir ou efectuar pagamentos e fazer outras transacções.
O cartão Multicaixa além de facilitar o levantamento de valores, oferece a possibilidade de fazer uma transferência bancária, pagar contas do telefone e da televisão, conhecer o saldo e outros serviços, substituindo a presença física nos balcões dos bancos. “Todos os esforços têm sido feitos no sistema financeiro seguindo os padrões internacionais neste domínio”, referiu Manuel Piedade.
Além disso, “as pessoas que não tinham contas bancárias passaram a tê-las em diversos bancos, devido à segurança e facilidade que oferecem, ao invés de guardar o dinheiro em casa”, disse o docente. Manuel Piedade realçou o papel do Banco Nacional de Angola (BNA) como regulador do sistema financeiro, que tem mantido um diálogo permanente com os bancos comerciais para os incentivar a melhorar os serviços e resolverem os problemas dos consumidores que procuram os bancos.
A falta de divisas nos bancos comerciais é uma componente da conjuntura do sistema financeiro e os bancos comerciais estão preparados para o desafio que se impõe, lidando com a ausência ou com a reduzida oferta de divisas, considerou.
Os bancos também jogam um papel preponderante na diversificação da economia, para substituir a importação e melhorar o nível de vida das populações, aumentar as exportações, captar divisas para o país e impulsionar o crescimento. Para isso, lembrou, o sistema bancário tem estado a dar crédito, disponibilizando recursos para que a economia real possa funcionar com normalidade.
Manuel Piedade disse que a crise é derivada da queda do preço do petróleo, afectou todos países do mundo e, nestas situações, a economia real é afectada de forma directa. Em Angola, o sistema bancário ressente-se dos problemas causados pela crise mundial.
A palestra foi organizada pelo Sindicato Nacional dos Empregados Bancários de Angola (SNEBA) em alusão ao 14 de Agosto, dia do 41.º aniversário do trabalhador bancário.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!