O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Bancos comerciais com regras mais ajustadas

bfa 2

Fonte: Mercado

A problemática à volta das normas de compliance no sistema bancário nacional diminuiu a margem de manobra dos bancos comerciais, afirmou recentemente o presidente da Comissão Executiva do Banco Keve, Arlindo das Chagas Rangel, aquando da inauguração de mais uma agência em Luanda, perfazendo um total de 55.
Apesar da crítica que circula à volta do sistema bancário, Chagas Rangel acredita que houve uma evolução positiva, no que diz respeito ao cumprimento da compliance.
“Nos últimos três anos saiu um conjunto regulatório que põe o nível da regulação da banca em Angola nos patamares internacionais.”
Em relação ao banco do qual é presidente da Comissão Executiva, Arlindo das Chagas Rangel disse que há um comprometimento com as normas de compliance e a ética. Aliás, o Banco Keve, SA tem sido rigoroso na formação dos quadros, no âmbito da matéria focada, face à importância no exercício da actividade bancária e financeira.
“Neste aspecto, o que mais nos preocupa é principalmente a ética”, afirmou o presidente do Comissão Executiva do Banco Keve, disposto a acatar todas as normas regulamentares do Banco Nacional de Angola (BNA), tendentes a adequar o sistema bancário angolano ao internacional, que é uma das prioridades do órgão regulador.
“Se o regulador disser que nos devemos adequar às normas internacionais, estamos aqui para cumprir os regulamentos em vigor e os posteriormente instituídos”, declarou Arlindo das Chagas Rangel, tendo depois informado que o Banco Keve goza de boa saúde financeira, dissipando assim qualquer dúvida a respeito da capacidade de liquidez.
Modelos de administração
Relativamente ao actual paradigma de constituição do conselho de administração dos bancos comerciais (um dos itens a ser reformulados pelo regulador), na perspectiva de Arlindo Rangel, enquanto presidente do Comissão Executiva, o Banco Keve tem adoptado um figurino muito próximo dos padrões internacionais, o “modelo dual”.
De acordo com a explanação do PCE do BK, Ngeva Rangel, no modelo dual há um conselho de administração, do qual emana uma comissão executiva, constituída por onze administradores, dos quais seis são não-executivos e os restantes cinco executivos.
“Este figurino respeita e está dentro dos parâmetros internacionais”, disse.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!