O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Bancos com problemas de liquidez necessitam de ajuda

Os Bancos Angolanos estão com sérios problemas de liquidez, e quem o afirma é o presidente da associação angolana de bancos, alertando ainda que esta situação pode originar situações negativas em todo o sistema. 

Amílcar Silva afirmou numa entrevista à Bloomberg, que a banca angolana precisava urgentemente de ajuda, pois os problemas de liquidez que os têm vindo a afectar no momento poderão levar a situações graves, colocando ainda em causa toda a sua credibilidade.

O então líder da associação que representa um conjunto de 24 instituições financeiras do nosso país, não sabe ainda como essa ajuda financeira poderá ser feita, mas afirma que é preciso “olhar para o assunto com profundidade e, depois, decidir a melhor forma”.

“Banca precisa de ajuda” – afirma Amílcar Silva

Embora Amílcar Silva afirme que a banca necessita de uma interferência financeira no sentido de aumentar a sua liquidez, aponta também para um ponto que ainda não se encontra definido, o qual se refere a se os bancos terão de devolver o dinheiro, e se sim, quando o terão de fazer.

Outra questão ainda a saber é de onde esse apoio financeiro virá, nomeadamente se será o Estado, ou não.

O líder da Abanc não esclareceu, contudo, se essa ajuda financeira seria feita através de cedência de liquidez, ou se por sua vez seria feita uma injecção de capital. Não deixou claro, assim, se esse apoio está a ser, de facto, desenhado, ou ponderado seriamente.

Relatório Anual da Abanc não traça cenário positivo para Angola

A 11 de Dezembro do ano passado, no relatório anual da Abanc, relativo ao ano anterior, mostra um cenário nada positivo para o sistema financeiro angolano, sendo que os efeitos da queda abrupta do preço de petróleo nos mercados internacionais tiveram um grande impacto na economia do país, sendo que essa queda de Junho de 2014 mostrou-se catastrófica durante todo o ano de 2015.

Essa queda levou a que as contas públicas de deteriorassem, afectando também o equilíbrio externo, e registando-se ainda uma redução acentuada das divisas disponíveis de forma a liquidar as importações de bens e serviços ao exterior, e ainda servir a dívida externa de forma pontual.

Assim, além dos desafios que a falta de liquidez trouxeram, os bancos nacionais ainda têm enfrentado novas exigências da regulação, sendo esse um dos pontos referidos no relatório da Abanc.

No relatório pode-se ler que é expectável um maior investimento em gestão de risco e compliance, tendo em conta as necessidades de melhor alocação de recursos, os quais têm de ser feitos em resposta às exigências regulamentares crescentes, quer a nível local, como a nível internacional.

De entre os vários Bancos associado a esta associação, como o Banco Caixa Geral Angola, o Banco Económico (BESA antigo), Banco de Fomento Angola, Banco Millennium Atlântico, Banco de Negócios Internacional, e o Finibanco Angola, destaca-se o BFA, que sofreu uma mudança na sua estrutura de accionistas devido ao BCE (Banco Central Europeu) ter deixado de reconhecer a equivalência à supervisão que era exercida pelo BNA, o que originou uma redução da exposição do BPI à economia angolana.




One thought on “Bancos com problemas de liquidez necessitam de ajuda

  1. Teresa martins

    Boa noite eu gostava de saber porque que os bancos em luanda estam a fazer transferencias de ajuda a familiarescom cambios tao altos? O banco sol esta com a venda do euro para transferencia de ajuda a familiares no valor de 270 kzs por 1 euro. Bic tambem, atlantico, yetu, etc.

    Reply

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!