O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Bancos Angolanos com 9 milhões de Euros em cheques carecas

Só durante o mês de Janeiro, os bancos angolanos receberam cheques carecas num valor que ultrapassou os 9 milhões de euros, o que equivale a 13 cheques por dia, segundo o Banco Nacional de Angola. 

De acordo com o relatório feito pelo BNA, no que refere aos meios de pagamento, durante o primeiro mês do ano os bancos nacionais receberam 406 cheques sem fundos, número que começa a assustar as instituições financeiras, até porque durante o ano passado chegaram a atingir um total de 6775 cheques sem provisão.

Se o número de cheques sem provisão assustam, o valor ainda assusta mais, representando só em Janeiro um valor de 1.635 milhões de kwanzas, o que equivale a 9,2 milhões de euros.

O ano passado apresentou um montante no valor de 24.216 milhões de kwanzas, o equivalente a 137,5 milhões de euros.

Cheques em queda crescente

No total, durante o primeiro mês de 2017,foram emitidos 31.076 cheques, cujo valor remete para 90.317 milhões de kwanzas, o equivalente a 512,8 milhões de euros.

Desde 2014 que o número de cheques emitidos tem assistido a uma queda crescente. Durante esse ano, atingiu-se um pico de 625.247 cheques emitidos, num valor de 1.365 biliões de kwanzas, aproximadamente 7.7 mil milhões de euros.

Desde então que o número de cheques emitidos tem vindo a descer, muito por causa da crise financeira, cambial, e económica que o nosso país enfrenta. Esta crise, que se deveu à forte queda da cotação internacional do barril de petróleo. Esta quebra levou a uma descida das receitas fiscais para menos de metade com a exportação de crude desde os últimos meses de 2015.

Este feito fez com que a entrada de divisas no nosso país descesse, o que condicionou a actividade económica no país, tendo em conta que a maior parte das transacções eram feitas usando o dólar americano.

No que concerne aos cheques carecas, o pico observou-se em 2013, quando foram devolvidos 8.139 cheques pelos bancos por não terem cobertura. Estes cheques totalizaram um valor de 46,8 mil milhões de kwanzas, equivalente a 265,7 milhões de euros.




2 thoughts on “Bancos Angolanos com 9 milhões de Euros em cheques carecas

  1. Teresa martins

    Mas os bancos comerciais dizem sempre que o bna nao esta a vender divisas. Nunca tenhem divisas. O nosso dinheiro fica cativo meses porque o aguardam a venda de divisas pelo bna.
    Mas o bna publica sempre a venda de divisas.
    Agora onde esta o erro?

    Reply
    1. Stélio Feijó

      Saudações prezada, antes de mais agradecemos o seu comentário, quanto a sua questão posso dizer-lhe que existe uma fila de espera enorme, como nem imagina, normalmente os bancos usam o sistema FIFO quem entra primeiro na fila é atendido primeiro, embora hajam casos excepcionais em que se definem regras de prioridade, mas na verdade o valor é vendido finalmente aos clientes, e quem não assim o faz terá de devolver o dinheiro ao BNA, e quem não reportar é punido. Espero ter ajudado.

      Reply

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!