O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Banco disponibiliza crédito para pequenos negócios

d38827786b710038b3eef005f2f9bea5_L

 

fonte:JA

A carteira de crédito da Micro Capital, uma instituição angolana de microcrédito, é de 400 milhões de kwanzas, 56 por cento dos quais consagrados a projectos de empreendedorismo, soube o Jornal de Angola de fonte oficial. A directora da Micro Capital, Liliana Ferreira, disse em entrevista que os empréstimos foram concedidos desde 2014, quando o serviço começou a operar, e que o mal parado constitui apenas 1,2 por cento do total. A companhia tem 1.200 clientes.

“O trabalho de proximidade facilita as coisas, porque criamos laços com as famílias e todos procuram resolver a questão em caso de incumprimento. Quando os clientes têm qualquer dificuldade de pagar uma prestação, vêm informar aos nossos agentes”, afirmou Liliana Ferreira para explicar a baixa carteira de mal parado. A directora indicou que, num mês, a Micro Capital recebe cem solicitações nas oito agências que possui em quatro províncias, nomeadamente em Luanda, com 52 por cento da carteira de crédito, Cabinda com 23, Huíla e Lobito com 8,00 e Benguela com 17. Em Luanda, a instituição tem agências na Samba, Talatona, Zango, Icolo e Bengo e no interior da fábrica da Cuca. A Micro Capital, tal como estipulam as regras do Banco Nacional de Angola (BNA), só empresta até ao valor de um milhão de kwanzas.

“O nosso crédito tem somente a garantia pessoal, que é a livrança. O que pretendemos é ajudar a impulsionar a economia angolana e ser parceiros do Estado no processo da diversificação da economia e combate à pobreza”, disse. Os principais beneficiários do microcrédito são pessoas com rendimentos baixos, como as vendedoras de mercado que estão fora do sistema bancário, mas que são depois inseridos com o apoio da Micro Capital. Antes da concessão de crédito, a instituição avalia o cliente e concede educação financeira para que o beneficiário evite ter as contas pessoais misturadas com as da actividade comercial.

A instituição determina a taxa de juro com base na avaliação do projecto e os empréstimos são reembolsados num período de um mês a um ano, afirmou a directora da Micro Capital. Em Agosto, a Micro Capital anunciou que foi distinguida, em França, com o prémio World Commitment na categoria de ouro pela Business Initiative Directions (BID).

A entrega do prémio acontece na convenção internacional da BID, em Paris, nos dias 15 e 16 de Outubro deste ano. O prémio, de periodicidade anual, é atribuído a instituições que, sem concorrer à distinção, passam por um processo de votação baseado na informação recolhida por líderes de empresas, empresários e especialistas em qualidade que procuram dados relativos ao mundo dos negócios através dos meios de comunicação, publicações, publicidade, exposições, empresas de consultoria, universidades, câmaras de comércio, embaixadas e representações comerciais. A directora da Micro Capital declarou que a BID é considerada a principal entidade privada dedicada ao reconhecimento da qualidade, inovação e excelência.

A BID já premiou, entre outras empresas, o Banco de la Republica Oriental del Uruguay (Uruguai), TATA Elxsi (Índia), Gold Fields limited (África do Sul), Kaspersky (Rússia), Cooperativa La Cruz Azul (México), Egyptian Media Production Center (Egipto), China Steel Corporation Taiwan (China), Regency Entertainment (Grécia) Kind Fahd Industrial Port Jubail (Arábia Saudita) e Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil. A Micro Capital é uma instituição financeira não bancária supervisionada pelo Banco Nacional de Angola, que deu início à sua actividade em Abril de 2014.

Representada nas províncias de Luanda, Cabinda, Huíla e Benguela, a Micro Capital pretende tornar-se a principal instituição financeira de microcrédito do País, estabelecendo parcerias com o Executivo na estratégia de combate à pobreza, criação de emprego, bancarização e desenvolvimento sustentado.




3 thoughts on “Banco disponibiliza crédito para pequenos negócios

  1. Teresa martins

    Boa noite eu sou cliente do banco keve e fiz o pedido para um cartao de credito, como eles chama porque para mim nao tem nada a ver com cartao de credito! Bom fiz o pedido e eles disseram-me que como particular tinha que ter 1.300.000 kzs cativos pars emitirem o cartao que demoraria cerca de 20 dias. Passados os 20 dias eles cativaram o dinheiro. Fui la saber se ja estava pronto, mas disseram-me que. Bom para encurtar a historia ficaram quase 3 meses com o dinheiro cativo.entao parti p a confusao e dissersm-me que tinha saido outra lei que foi muito depois de eu fazer o meu pedido dizendo que eles estavam a dar seguimento a nova lei que exigia um valor cativo de 5 milhoes de kuanzas! Mas isto nao e uma roubalheira? Onde anda o tal de bna? Qual e a tarefa do bna? Os dinheiros e transferencias so saiem com bilhetes e amiguinhos ! Quem responde por todo esse descabro de negociatas? Aqui em angola agora vale tudo?

    Reply
    1. BancosdeAngola

      Saudações prezada,

      Entendemos a sua indignação, mas os valores que cada banco pede como cativo para garantia, na concessão de um cartão de crédito, embora normalmente seja entre 100 à 200% do plafond do cartão, estas são políticas administractivas de cada banco, reclame junto da instituição, e se não obter resultados consulte o BNA.

      Reply
  2. Etna Maria Cambambi

    Disseram que o banco BAI esta a fazer recrutamento para uma nova agÊncia que abrir no TÔMBWA-NAMIBE, gostaria de me candidatar poderiam dar alguma informação?

    Reply

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!