O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Angola: Sistema bancário Angolano expandiu em 2014

Capturar

 

Fonte: portalangop

Luanda – O presidente da Bumbar Group, Sebastião Panzo, afirmou hoje (quinta-feira) que o sistema bancário angolano expandiu em sete milhões, 129 mil e 44 Kwanzas, num crescimento de 7.3 porcento, face aos seis milhões, 646 ml e 77 Kwanzas, registados em 2013.

Segundo a fonte, falava no primeiro fórum sobre a Internet/Banking, sob o lema “Experiência e desafios de implementação”, esses dados foram avançados pelo mais recente relatório e contas do Banco Nacional de Angola (BNA).

Este crescimento, explicou Sebastião Panzo, foi motivado, sobretudo, pelo aumento dos títulos e valores mobiliários e da carteira de crédito.

Para o presidente, este crescimento é acompanhado com os esforços actuais no país de acções de inclusão financeira, para que, efectivamente, qualquer cidadão tenha uma renda bancarizada.

Cerca dos 24 bancos a operar em Angola utilizam produtos relacionados com a Internet Banking, o que representa cerca de 80 porcento, sendo que 20 porcento deles, associam a sua marca aos produtos promovidos, através desta plataforma tecnológica.

“À medida que a Banca procura aproximar-se, cada vez mais, do universo crescente de novos clientes, tende a emigrar para as actuais tecnologias, para ter uma maior consciência pública da validade das tecnologias nas transacções bancárias tradicionais”, sublinhou.

“De momento, quando verificamos as páginas da Internet dos bancos”, prosseguiu, “vemos que esses serviços, normalmente, facilitam a vida da população, como comodidade, facilidade, segurança e acessibilidade.

A proximidade entre os bancos e os seus clientes em Angola, ao ganhar o novo impulso, com a migração para a internet, permite que a nação está a alinhar-se, em África, a onze países, entre os quais a África do sul, que têm já o seu universo financeiro totalmente direccionado para as transacções electrónicas facilitadas pela internet.

O presidente fez saber ainda que Angola tem um caminho a percorrer, para que a internet possa estar em todo o território nacional, o que não falta muito.

O fórum teve como objectivo identificar experiências da utilização da Internet/Banking, aprendendo com os mesmos para o fortalecimento de instituições bancárias locais e reflectir sobre os desafios actuais de implementação desta rede.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website Protected by Spam Master


error: Conteúdo Protegido !!