O Portal Bancos de Angola

É um espaço informativo de divulgação e educação voltado ao sector bancário angolano, suas ofertas, promoções, entrevistas, matérias, cotações, etc. Não devendo ser interpretado como substituto das entidades reguladoras do sector financeiro.

Angola com maior reforço no controlo do sistema bancário

Angola tem vindo a fortalecer a regulação do sistema bancário nos últimos tempos, agora mais ainda, de forma a evitar crises nos bancos, como aconteceu com o Banco Poupança e Crédito (BPC), o qual teve de se sujeitar a um processo de reestruturação. Esta informação foi dada pelo próprio Ministro das Finanças, Archer Mangueira, durante a sua viagem a Washington. 

Archer Mangueira afirma necessidade de mitigar todos os factores de risco sistémicos no sistema bancário

De acordo com o ministro das finanças, o estado tem vindo a implementar vários procedimentos para reforçar a supervisão no sistema bancário, quer público, quer privado, inclusive no âmbito do plano nacional ao combate de financiamento ao terrorismo e ao branqueamento de capitais.

Archer Mangueira, que se encontra em Washington para as reuniões de primavera do FMI e do Banco mundial, afirmou que todas as medidas legais e institucionais estão a ser tomadas, afastando todos os receios de uma ameaça à estabilidade bancária do país.

No entanto, revelou que no sistema bancário é impossível estar tranquilo, muito embora estejam a ser tomadas todas as medidas para mitigar ao máximo os factores de riscos sistémicos do sector.

Exemplo disso foi a criação do Conselho Nacional de Estabilidade Financeira, a qual congrega os supervisores do Ministério das Finanças, da Comissão de Mercado de Capitais, do Banco Nacional de Angola, da Agência Reguladora de Seguros, e todos os outros supervisores do sistema financeiro angolano.

Para ajudar nesta tarefa, foi ainda solicitada a ajuda do banco Mundial, com o objectivo de identificar as acções necessárias para reforçar a supervisão e mitigação do risco sistémico.

No que toca ao BPC, Archer Mangueira afirmou que o Governo ainda está a trabalhar no saneamento do banco, mas já aprovou um pacote para partir para a sua capitalização.

Além disso, o Governo está já a finalizar o tratamento do crédito mal parado do BPC, o qual apresentava no ano passado uma carteira de crédito vencido que ascendia a mil milhões de euros.

O ministro das finanças acrescentou ainda que estão a tentar recuperar o que ainda dá para recuperar, mas o que não é recuperável estão a tentar reestruturar. Para isso, o governo criou um veículo para tratar e reestruturar o crédito mal parado, não somente no Banco de Poupança e Crédito, como em todos os bancos a operarem no país.

A visita a Washington teve como principal propósito a resolução do problema das divisas, e o ministro espera que a suspensão dos acordos com os bancos estrangeiros seja levantada para correspondentes bancários, de forma a que estes possam comprar dólares em breve.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!